O mundo fantástico da Victoria’s Secrets

Pesquisamos algumas curiosidades desse mundo fantástico Para que vocês possam ter inspiração para a festa e o book.

Como começou a marca: Victoria’s Secret (em português: “Segredo da Victoria”), é uma famosa grife de lingerie e produtos de beleza, fundada em 1977 por Roy Raymond e cuja matriz encontra-se localizada em Ohio, Estados Unidos. A ideia de criar uma loja especializada em moda íntima feminina, na qual as pessoas se sentissem a vontade e sem receio para entrar, surgiu quando Roy tentou comprar lingeries para sua esposa em uma loja de repartição nos Estados Unidos e ficou envergonhado por estar em um local tido como feminino. A primeira loja da marca surgiu no final da década de 1970 no Stanford Shopping Center, São Francisco,Califórnia com um empréstimo de aproximadamente 80 mil reais feito por Raymond. A loja era simples: suas paredes internas eram revestidas com detalhes vitorianos e as prateleiras, ao invés de um amontoado de peças, eram cheias de catálogos e fotografias dos produtos. A loja, criada para atender pessoas de todos os sexos, contava com uma novidade: os clientes que não sabiam o tamanho do manequim da pessoa para qual iriam comprar o produto, poderiam pedir às vendedoras que experimentassem a peça nos modelos da loja.

As "angels" Candice Swanepoel e Erin Heatherton.
As “angels” Candice Swanepoel e Erin Heatherton.

Nos anos seguintes, Raymond criou mais três lojas e produziu um catálogo dos produtos, os quais passariam a ser comercializados via correio. Estas quatro lojas e mais o catálogo com quarenta e duas páginas já lhe rendiam seis milhões de dólares por ano.Em 1982, quando a grife completava cinco anos, Raymond decidiu vendê-la para Leslie Wexner, fundador da empresa Limited Brands – atuante nos EUA como empresa de cosméticos e produtos de beleza – por algo em torno de um milhão de dólares. Wexner manteve intacta a imagem da empresa e decidiu expandir o negócio pelos Estados Unidos. Primeiramente, inaugurou lojas em shoppings nas cidades americanas e, no início da década 1990, com a capacidade alargada de vender produtos de beleza, perfumes e sapatos, tornou-se a maior varejista de lingeries dos Estados Unidos, com uma receita superior a um bilhão de dólares.A empresa ganhou notoriedade a partir da década de 1990, quando passou a usar modelos famosas em suas campanhas publicitárias.“Pink Nation” ou simplesmente “Pink”, é uma submarca da empresa fundada em 2004 que produz peças – roupas, bolsas, etc. – para o público adolescente. Alessandra Ambrósio e Miranda Kerr já foram representantes oficiais da marca e atualmente, o título de embaixadora da “Pink” é atribuído a Behati Prinsloo. Apesar de existir desde 2004, as coleções desta apareceram pela primeira vez no Victoria’s Secret Fashion Show em 2006. Em 2008 a Limited Brands, responsável pela Victoria’s Secret, anunciou que a receita da Pink chegou a um bilhão de reais.

Como surgiu o fashion show

Anualmente, desde 1995, geralmente nas últimas semanas de novembro ou dezembro, é realizado o Victoria’s Secret Fashion Show, um show de moda que, desde 2001, é transmitido por uma emissora de TV e conta com a presença de cantores, atores, críticos da moda e as modelos da grife, as quais apresentam a coleção do ano e onde é exibido oficialmente sutiã fantasia.O primeiro grupo de mídia a comprar os direitos autorais dos shows da grife foi a American Broadcasting Company, conhecida pelo acrônimo “ABC”, em 2001. No ano seguinte, a emissora perdeu o direito de transmitir o evento para a concorrente CBS – emissora oficial do evento desde então. No Brasil, o primeiro grupo de televisão a transmitir o espetáculo foi o SBT, em 2003, mas desde 2007 a TNT passou a transmitir o evento. Em 2011, o SBT voltou a transmitir o show, por meio de uma parceria feita entre a rede de tv brasileira e a CBS.

As tops mais famosas

Dentre as modelos que já foram, ou ainda são da marca destacam–se as brasileira Gisele Bündchen, Adriana Lima, Alessandra Ambrósio, a alemã Heidi Klum, a tcheca Karolina Kurkova, a britânica Naomi Campbell e a americana Tyra Banks.

Como surgiram as angels

As angels são as modelos de destaque da marca, sendo essas algumas das mais bem pagas do mundo. São responsáveis por divulgar os produtos da empresa ao redor do mundo e recebem este nome porque durante os shows da marca, usam “asas”. As chamadas angels fizeram sua estreia no final da década de 1990. Na ocasião, desfilaram com o referido título as modelos: Tyra Banks, Naomi Campbell, Heidi Klum, Laetitia Casta, Stephanie Seymour.

Quem são as angels atuais?

Entre as atuais Victoria’s Secret Angels estão as brasileiras: Adriana Lima e Alessandra Ambrósio, Behati Prinsloo, Candice Swanepoel, Karlie Kloss, Doutzen Kroes, Erin Heatherton, Lindsay Ellingson e Lilly Aldridge também fazem parte do time.

O último desfile da marca

O desfile já conhecido como um espetáculo que mistura moda, beleza e entretenimento, foi gravado no dia 13 de novembro em Nova York As 40 modelos, entre elas as oito Angels oficiais mostraram na passarela as últimas tendências da marca de lingerie. O desfile traz novidades como a francesa Sigrid Agren, a polonesa Kasia Struss e a new face angolana Maria Borges. Outras três brasileiras participaram do show: Laís Ribeiro, Izabel Goulart e Bárbara Fialho. A modelo sul-africana Candice Swanepoel apresentou o Royal Fantasy Bra, o sutiã feito exclusivamente para a ocasião. Com aproximadamente 4.200 pedras preciosas, 18 quilates de ouro e alguns rubis, a peça tem o valor estimado em U$ 10 milhões. O evento ainda contou com a apresentação da cantora Taylor Swift e da banda Fall Out Boy.