Clara Celina, a debutante que ama livros

Oi pessoal,

Meu nome é Clara Celina, fui convidada a escrever este texto porque sou apaixonada por livros. Eu fiz 15 anos no dia 22 de julho, mas minha festa foi no dia 13 de setembro no “Mosaico Eventos”. Sempre sonhei em fazer meus amados 15 anos. Afinal, qual menina não espera a mais “importante” das idades?

Uma escritora que eu amo chamada Paula Pimenta, escreveu um texto que diz: ‘Às vésperas dos meus 15 anos, eu só queria aproveitar a vida. E eu acho que fiz isso bem. Lembro que, naquela época, uma amiga me disse que abriria mão de ter 14 e 16 anos se ela pudesse ter 15 por três anos seguidos. Quando perguntei o motivo disso, ela explicou que aos 15 você tem o melhor dos dois mundos.’’ E não é que é verdade? Com 15 anos você sente como se fizesse parte do mundo efetivamente e pudesse tomar decisões importantes, dar opiniões e estas serem respeitadas. Mas é claro que você não é uma adulta ainda, mas também não é criança, você têm o direito de ter algumas “CRISES DA IDADE” como diz a escritora Paula Pimenta.

Se você ainda não percebeu, eu sou apaixonada por livros, e na verdade eu vim aqui justamente para falar destes queridinhos que tanto amo. Eu não entendo quando algumas pessoas falam “eu odeio ler” ou “eu não leio porque tenho preguiça!”, se estas pessoas soubessem os motivos e a importância que a leitura tem, não falariam desse jeito. E não querendo ser chata, digo “você não sabe o que está perdendo” e não sabem mesmo, por meio da leitura você viaja para um mundo só seu. Através da sua imaginação, você se torna um personagem. E sente todas as emoções do mundo imaginário, e só pára de ler quando você descobre o que está lá na última página.

Os livros têm um arsenal de lições para nos ensinar e aconselhar. Você já percebeu aquelas frases de livros, que muita gente fala que é “modinha”? Você já parou e tentou encaixar algumas delas na sua vida? Se um dia fizer isso, verá que mais dia ou menos dia, alguma delas irão ajudar você em algumas situações!

Tá achando que eu estou doida, é? Mas não estou! É verdade, já perdi a conta das vezes em que usei frases de livros para expressar aquilo que não conseguia colocar em palavras, e não é que dá certo? Alguns livros são assim. São tipo algumas músicas… têm a incrível capacidade de ‘’pegar algumas situações da nossa vida” e colocá-las em narração ou transforma-las em uma canção.

E por fim, o que espero é que todos saibam que nenhuma história é melhor do que a nossa própria, por isso, vocês que têm 15 anos, vão fazer ou já fizeram, vivam…vivam intensamente, sem medo de errar, afinal somos muitos jovens, e ainda temos tempo de consertar algumas coisas! Façam a vida valer a pena, escrevam um final feliz para a história de vocês,

Obrigada Portal Debutantes de Minas pela oportunidade!

Um grande beijo,

Debutante: Clara Celina Vieira Resende.

Deixe sua mensagem a respeito desse artigo.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.